RAYMAN!

Opa, Eu sou o Becker e gosto de… Rayman!  E como saiu um jogo novo do personagem recentemente fui dar uma pesquisada pra saber do se tratava, não estava por dentro do assunto. Aí fui procurar algo no youtube e vi um review meia boca, onde o “apresentador” dizia coisas estapafúrdias como “Esse é u m jogo 2D, diferente dos outros da série que são 3D”… Eu quis bater no cara e o amaldiçoei pela ignorância dele, e é por isso que vamos lembrar-nos do primeiro jogo do Rayman hoje, ok? Vamos lá!

 Olha aí o homem-raio!

Eu conheci o Rayman no Playstation, joguei a versão do console da Sony. Dizem por aí que a versão do Sega satrun tem alguns extras enquanto a versão do Jaguar tem coisa faltando… Só que a versão pro console do Atari era pra ser a primeira, mas o jogo demorou pra ficar pronto!

Capa torta, mas eu gosto!

Pois então: Em Rayman você encarna um bicho estranho sem braços nem pernas, de modo que os punhos e pés ficam flutuando próximo ao corpo, nada fora do comum, e isso é legal pois um dos poderes do herói é arremessar seu punho, tipo um soco teleguiado na cara dos inimigos.

 Um toque japonês à mistura…

Esse jogo saiu bem no finzinho da era 16 bits, e como devia de ser o resultado é um jogo lindo, extremamente colorido e bem desenhado, com chefes gigantes e expressivos. Pena que logo após isso a série virou 3D e mudou um pouco o foco… Ah é: pra quem só conhece os jogos modernos do herói vale lembrar que a proposta era muito diferente na primeira versão: esqueça a ambientação sombria que se tornou padrão da série.

“susse”…

No que toca quanto à jogabilidade é quase um jogo de 8 bits: pule e se mantenha vivo. Seu maior inimigo é a gravidade e a quantidade imensa de buracos e espinhos aguardando o menor dos erros, tudo com uns inimigos estrategicamente posicionados pra facilitar sua viajem aos precipícios… O jeito é estar preparado pra sair se agarrando em cada plataforma dos mundos temáticos:

Floresta, cujo chefe é um mosquitão. Aliás, ele fica chorando quando é vencido e a fase seguinte é ele dando uma carona pro Rayman – É uma fase de navinha!Aliás, todo chefe nesse jogo fica do bem depois que você bate nele…

Mundo musical – feito de instrumentos, cheio de notas musicais pontudas e mortíferas e um saxofone gigante do mal como chefe… Eu acho que o mundo mais cruel de difícil!

Mundo da arte, feito de materiais de desenho (borracha , lápis, etc.) e com um chefe nada a ver, tipo-uma-cantora-de-ópera-gorda- sei-lá. Tá, ópera é arte, mas ela não deveria estar no mundo da música?

As cavernas, com um escorpião gigante te esperando no final. Peraí, que mentira, ele te espera antes do final e fica destruindo as plataformas enquanto recua até a arena pra lutar com você…

E finalmente as montanhas com um monstrão de pedra pra te enfrentar. Foi mal mas não tenho muita coisa pra falar deste mundo não. Acontece, ué!

Esqueci alguma coisa? Claro, não podia faltar o mundo dos doces! Sempre tem o mundo dos doces! Só que nesse caso é só o castelo do ultimo chefe…

Até aqui, mundo dos doces?

Como se não bastasse as dificuldades impostas pelo caminho até o chefe final ainda tem um porém: pelas fases estão espalhas umas jaulas cheias de amiguinhos presos que Rayman precisa libertar – ignorar isso te impede de enfrentar o chefe final, pura e simples. Aliás, você nem enfrenta ele diretamente, o canalha manda uns monstros pra você derrotar, sai impune e ainda te intima depois dos créditos dizendo que vai voltar – coisa que não fez até hoje!

Tchau, bobocas, até nunca!

Eu falei que parece jogo de 8bits? Pois a dificuldade também, meu amigo! Ela é cruel e devastadora, exigindo toda sua habilidade plataformica… Pra ajudar, a medida que se avança são destravados alguns poderes uteis, tipo usar o cabelo como hélice pra suavizar a queda e tal, sendo alguns temporários específicos pra você passar por uma fase e depois esqueça.

World map!

Enfim: Rayman era legal pra caramba, e é maneiro ver que o Rayman Origins respeita o nome que carrega – lembra muito o jogo original, especialmente o primeiro mundo que é a floresta. Eu recomendo que deem uma olhada no original assim que possível, tem bem baratinho por aí (na PSN, por exemplo). 

 Hoje é só isso pessoal, se eu esqueci algo importante sobre o jogo por favor me lembrem, ok? É só comentar aí! Aliás, comentem aí que não cai o braço, viram? E mesmo que caísse o Rayman se vira muito bem sem ele então sem choradeira!

Eu sou o Becker e estou procurando por Rockman 7 pra comprar (baratinho)! Mission complete e até!

Anúncios

Uma resposta para “RAYMAN!

  1. nossa! isso tudo é muito interessante! isso pq eu so conheci a versão do wii, e a partir desse, o foco meio que saiu do rayman e foi pros rageing rabbits!

    adimito que não sabia que a historia do rayman era tão extensa! aprendi mais uma!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s