UMIHARA KAWASE!

Opa, Eu sou o Becker e gosto de… Jogos Estranhos!  Quer dizer, não que eu saia por aí gostando de qualquer coisa absurda, mas o maneiro da coisa e achar essas estranhices. E essa semana – pra variar – eu conheci um treco muito diferente e eu tinha que compartilhar com vocês. Vamos lá?

 Japonês é difícil, oras!

Só podia ser japonês! Mas eu gosto do Japão, então tudo bem. Pra início de conversa vem um nome intraduzível – afinal, tecnicamente, é um nome próprio. Mas notem que aí tem uma pegadinha nipônica: Os kanjis que formam o nome são um anagrama que remete a um ditado mais ou manos assim “Peixe do mar é gordo na barriga, peixe de lago é gordo nas costas”! Muito interessante, mas eu mal sei português que dirá o japonês, então vamos falar do jogo e deixar a profundidade linguística do nome em paz.

 

Que coisa é essa ?

Na capa não dá pra perceber muita coisa, mas você joga com uma menininha – a tal Umihara – que tem uma mochilinha maneira nas costas e uma linha de pescar como arma. Sério. Acontece que o caminho da mocinha está lotado de peixões com pernas prontos pra acabar com a vida dos humanos tontos que cruzam o caminho deles. Pelo menos imagino, numa dessa os peixes são boa gente e é só a guriazinha que tem alergia a eles, vai saber.

 

Ó os peixes aí!!!!

E qual é o problema de ter peixes no caminho? É só usar a sua linha, pescar os bichos e guardar na mochila! Tá bom que os peixes têm o dobro do tamanho da garota e mesmo assim cabem vários na bolsa, mas quem sou eu pra criticar as regras desse mundo surreal? É, pois os cenários, as plataformas, estão cheias de legumes gigantes, e borrachas (material escolar) e biscoitos… Isso sem falar que o cenário de fundo é sempre uma foto preto e branco de algum lago ou coisa assim. Ah, é, já estava esquecendo: A maior parte do tempo do jogo consiste em lançar sua linha nas paredes e plataformas e conseguir chegar à saída, no melhor estilo Indiana Jones. Se o Indy gostasse de pescar.

 

Weeee!!!!

 O esquema não podia se mais simples: Use sua linha de pesca pra chegar até a porta da fase e passar para a próxima. Às vezes tem mais de uma porta, que fazem você pular várias fases de uma só vez. Só não fique muito feliz pois existem umas 57 fases pra passar, mesmo com os warps vai demorar um monte pra chegar até o final do jogo: Meia hora.

Pois é, o jogo acaba em meia hora. Diremos que você é bom pra caramba, então deve dar pra ver umas 20, 25 fases por partida! Mas no começo você vai ver umas cinco e já aparece o final do jogo! Claro, existe um caminho de warps que permitem que você chegue à fase 57,a final, antes de meia hora… Mas a droga do final é o mesmo, os créditos só sobem pela e aparece a mesma mensagem de game over de quando você morre.

 

A porta da esperança!

 Bem, pelo menos o jogo tem uns chefes legais, né? Ter tem, só que uma menininha pode fazer contra peixes gigantes? Os encontros com chefes consistem em ficar fora do caminho do monstro o máximo de tempo até ele se cansar de você e ir embora…

 

Chefe invencível ninguém merece…

Oque, não gostou dessa maravilha? Pois aparentemente o jogo fez o maior sucesso no Oriente, tanto é que teve uma sequencia pro Playstation, e ainda um update “volume 2” que era o mesmo jogo menos bugado. Credo, mas se eu não gostei disso no Super Nintendo porque ia gostar no PSX? Porque agora Umihara não é mais criança e quando você passa de fase aparece uma fotinho dela como recompensa. Ah, depois disso ainda teve o remake pro PSP e o mais remake pro Nintendo DS. Na prática só existiram dois jogos e um montão de remake…

 

Nossa, o jogo ficou tão mais interessante…

He, pois é, pessoal, não muito mais oque falar desse jogo… Se um dia puderem deem uma olhada, nem que seja a versão PSP só pra ver as fotos da moça. Então comentem aí senão os peixes não mordem sua isca na próxima pescaria, viram?

Eu sou o Becker e ando jogando Pokémon! Por hoje e só e até!

Anúncios

2 Respostas para “UMIHARA KAWASE!

  1. Uau lembro de vc comentando desse jogo….pelo jeitão estrnaho não seria da treasure? XD

  2. Cara, primeira vez q visito esse site e gostei muito! Jeito informal de fazer análise, do jeito que goste de ler! Ainda mais de jogo velho!
    Você acertou muito com essa pérola do SNES. Claro que não aluguei essa maluquice, só fui conhecer no emulador. Mas apaixonei e levei um tanto de game over na cara antes de entender a regra de meia hora. Nunca zerei, mas vi o Arino zerar no Game Center CX e fiquei frustradíssimo com a balbúrdia do final descompensatório…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s