G-DARIUS!

Image

 Opa, Eu sou o Becker e gosto de… PS2! Pois é, a segunda geração do Playstation me trouxe muita diversão, apesar de ser praticamente uma máquina exclusiva pra jogar Super Robot Taisen… Mas joguei muita coisa legal nele! Mas revendo minha coleção fica óbvio que tem um monte de coletânea de jogos antigos, e eu adoro isso! Lembro claramente da felicidade de entre uma delas encontrar novamente um clássico dos jogos de navinha, que se não o é deveria ser! Vamos conferir?

 Image

Olha o peixão aí!

Quando eu ainda nem tinha um Playstation o jeito era ir à locadora de jogos pra poder se divertir com as novidades, e foi numa delas que conheci o famigerado G-Darius! Pra quem não sabe, a série Darius passou por tudo que é console – pelo menos os antigos – e deve ter no mínimo uma dezena de jogos! Como já dito tratasse de um shoot’em up jogo de navinha onde os inimigos são… Peixes. Peixes robôs gigantes alienígenas do mal, mas ainda peixes!

 Image

Jogo de navinha de verdade é assim…

Este é um daqueles jogos onde a ação se passa lateralmente, e a sua nave deve desviar dos obstáculos e detonar os inimigos antes que eles façam o mesmo com a sua pessoa. E pra que mexer num clássico? A versão do PSX tem o mesmo tipo de ação, apesar de que tudo está super lindo de poligonal, até os cenários de fundo são poligonais (ou 3D como a gente chamava na época). Tudo muito bonito, mas no fim a intenção é desviar e atirar. Nos peixes.

 g-darius (3)

Tipo, peixão mesmo!

Orra, Becker, então um jogo tão medíocre assim é legal só porque tem uns peixinhos? Nada disso, afinal são peixes robôs. Ou naves em forma de peixe, sei lá o que tem dentro delas. DE toda forma sempre tem os Power ups que fazem o jogo ficar mais divertido, como escudos, bombas e… Capture Balls! Não, não é pokebola, mas esse acessório permite você capturar o inimigo que ficará então te acompanhando feliz servindo de canhão extra ou de escudo até que ele leve dano o bastante pra ser destruído. Tecnicamente todo inimigo fora o chefe estaria suscetível à captura, incluindo os subchefes! Só diversão, basta quase detonar o cara chato do meio da fase e quando ele tiver pálido de morrendo captura-lo! Aí você tem um companheiro bem forte que tem até ataque especial que eu nunca soube como usar. Ah, e se a nave capturada estiver chateando ou morrendo é só explodir ela, bomba de grátis!

 g-darius (4)

Os queridos chefes!

Agora chegamos ao ponto alto do jogo: Os chefes! Todos gigantescos – o G do nome significaria giant – que só cabe a cabeça deles na tela, e muito bem detalhados e tal. Até a entrada deles é dramática, com uma mensagem tipo “Cuidado, uma imensa nave mãe está vindo” e todos tem nomes como Absolute Defender, Dimension Diver, Queen Fossil e por assim vai… Então, diremos que você chegou ao fim da fase e acabou com o peixão, aí surge a opção de escolher entre dois caminhos, cada qual com seu chefe diferente ou em segunda versão. Isso acontece toda fase, de forma que é necessário jogar várias vezes pra ver e enfrentar todos os monstros do jogo.

 g-darius (5)

Choose your destiny!

Não convenci ainda? Pois saibam de uma coisa, os inimigos capturados tem uma função ainda mais essencial: Podem ser sacrificados pra que sua nave use o raio de energia, que vou chamar a partir de agora de Kamehameha! Só que os chefes não são bestas e também tem esse ataque destruidor, então o melhor é esperar o peixe usar o raio dele pra você usar o seu, e apertar o botão que nem louco pra superar o golpe do monstro! Não parece Dragon Ball?

 g-darius (6)

KAME… HAME…

 Só mais um detalhezinho: Quando você vence o raio do inimigo sua nave absorve a energia e seu raio dobra de tamanho! E tem chefe que te ataca com dois, três raios ao mesmo tempo… Kamehameha quadruplo na sardinha!!! Não é possível explicar em palavras a satisfação de ter uma luta dessas contra os chefes, ainda mais em um gênero onde a desvantagem do seu personagem perante aos oponentes é imensa. Sério, é absurdamente divertido! E letal, pro inimigo.

 g-darius (1)

…HAAAAAAAAAAAAAAAAAAA!!!!!

Se puderem, não deixem de conferir esse jogo que é diversão garantida! Mas procuram pela versão do PS1 – a que vem no Taito Legends é a versão 1.0 do árcade, sem algumas maneirices da 2.0 que veio depois. No Playstation tem até o modo de lutar só contra os chefes já vencidos, kamehameha neles!

É isso aí, pessoal… Já conhecia o jogo? Tomara! No mais foi muito maneiro relembrar dele,  eu me diverti. Então, não se esqueçam de lembrar-se de deixar um comentário aí que senão seu kamehameha mata o peixe na hora e você nem se diverte, viram?

Eu sou o Becker e acho que vou jogar um Mega Drive! Por hoje e só e até!

 darius

Anúncios

4 Respostas para “G-DARIUS!

  1. Isso comeu um bocado de dinheiro nosso na época hein XD

  2. Cara, obrigadão pela postagem… procurei o nome desse jogo por muito tempo…o que mais me chamou a atenção do jogo, além da diversão que o mesmo proporciona, foi a música. Acho sensacional! Valeu!

  3. Vi um vídeo agora… esse jogo merece um remake!

  4. Era massa demais! E eu ainda falava kamehameha quando soltava o raio. Kkkkk

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s